350-alumnos-de-medicina-se-examinaran-online-de-competencias-clinicas

5 dicas para manter as atividades médicas em um coworking durante a pandemia

As atividades médicas em consultórios e clínicas são essenciais para continuar promovendo saúde e bem-estar para a população. Afinal, pessoas que estejam passando por problemas sérios e que debilitem a sua imunidade podem estar mais suscetíveis a complicações da COVID-19.

Mas para manter o atendimento em consultórios e coworkings médicos e minimizar as chances de contaminação nesses ambientes, tanto dos profissionais quanto dos pacientes, é fundamental seguir algumas recomendações.

Vamos trazer 5 dicas importantes para esse fim e garantir a segurança de todos. Boa leitura!

1. Utilize os produtos corretos para descontaminação

Como o SARS-CoV-2 permanece por períodos prolongados nos ambientes — e pode até ser conduzido, segundo evidências científicas, por meio de sapatos —, é necessário garantir a higienização e descontaminação dos espaços para eliminar o vírus do ambiente.

Algumas dicas importantes para isso são:

  • reserve um local específico para esterilização de equipamentos;
  • tenha sempre disponíveis sabão líquido (de preferência germicida), papel toalha, dispenser com álcool a 70% e um pote com tampa e algodão cortado e seco dentro;
  • não se deve fazer varredura a seco do local, de modo a não dispersar partículas em suspensão;
  • limpe sempre da área menos contaminada para a mais contaminada;
  • desinfete os balcões e equipamentos com álcool 70% ou hipoclorito de sódio a 1% (observando as condições de diluição);
  • utilize materiais desinfetantes e antissépticos que tenham sido aprovados pelo Ministério da Saúde.

2. Utilize os EPIs de segurança

É fundamental que os médicos, durante suas atuações no coworking médico, estejam protegidos com os EPIs necessários e recomendados pela OMS e pelos órgãos reguladores. São eles:

  • máscara cirúrgica;
  • capote;
  • luvas;
  • proteção ocular.

3. Oriente os pacientes a chegarem próximo ao horário da consulta

Quanto menos pessoas estiverem presentes na sala de espera, menores serão as aglomerações locais. Com isso, as chances de contaminação dos pacientes e dos próprios profissionais do local diminuem.

Porém, muitas vezes as pessoas chegam bem mais cedo, acreditando que a antecipação fará com que sejam atendidas mais rapidamente. Por isso, peça para que seus pacientes consigam se programar, dentro do possível, para chegar próximo ao horário marcado.

Além disso, é importante garantir o distanciamento entre os presentes na sala de espera, bem como evitar o atraso nos seus atendimentos — novamente, dentro do possível —, para que não ocorra coincidência de horários.

4. Escolha salas em locais que protejam seus pacientes

Quanto menos seus pacientes puderem se expor, melhor para você, pacientes e todos os envolvidos no coworking médico. Por isso, optar por localizações privilegiadas, que tenham diversas opções de transporte público, minimiza as chances de que essas pessoas transitem mais pelos locais e, como consequência, aumentem a exposição ao coronavírus.

Uma opção é escolher salas na região central. Esses locais recebem trem, ônibus e metrô de toda a região metropolitana. Outra opção é em localidades próximas ao seu público-alvo, mas que estejam também perto dos principais meios de transporte.

5. Tome todas as medidas de segurança necessárias

Além de tudo que listamos acima, algumas medidas de segurança são fundamentais para evitar problemas que possam comprometer a sua saúde e a dos demais presentes no ambiente de coworking médico. São elas:

  • disponibilize álcool em gel na sala de espera e dentro do consultório e verifique se os vasilhames estão devidamente abastecidos;
  • oriente os pacientes a manterem a máscara e o distanciamento durante a consulta, de forma que a aproximação seja feita por você, no caso de exame clínico e quando necessário;
  • não permita a retirada das máscaras durante os atendimentos;
  • oriente seus pacientes sobre a retirada correta da máscara, auxiliando-os a evitar a contaminação quando retornarem para casa;
  • faça a higienização das superfícies após cada consulta e utilize materiais descartáveis para a cobertura das macas, descartando-as logo após o uso.

O atendimento em consultório, incluindo em coworkings médicos, precisa prezar pela segurança e pelo bem-estar de todos, principalmente em tempos de pandemia. Por isso, siga as nossas dicas e minimize os riscos na execução dessa atividade tão essencial neste momento.

Aproveite, compartilhe este conteúdo e leve-o aos seus colegas de profissão!

Inscreva-se e saiba sempre que um novo conteúdo for lançado aqui no blog!

Compartilhe este conteúdo!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Shopping Basket
WhatsApp chat