Você sabe como funcionam os consultórios compartilhados? Veja aqui!

Ter um consultório demanda uma série de responsabilidades para os médicos — um local equipado e preparado para realizar atendimentos pode incluir aluguel, salário de funcionários e outros custos mensais. Sendo assim, nem sempre é fácil manter um bom retorno financeiro com todas as despesas envolvidas em ter um espaço próprio.

Nesse contexto, uma solução que muitos médicos têm encontrado é a modalidade de coworking, ou seja, consultórios compartilhados. Ela consiste na existência de uma área comum que vários profissionais utilizam para o atendimento de seus pacientes, de acordo com a sua agenda de horários.

Se você ficou curioso para entender mais sobre o funcionamento desse tipo de consultório, continue a leitura do post!

Como funciona o coworking médico?

O uso de espaços de coworking tem sido cada vez mais comum em diversas áreas do mercado pela economia e pela praticidade que oferecem. Os consultórios compartilhados funcionam de maneira similar aos escritórios e às salas de outros nichos.

Assim, o ambiente é direcionado para aqueles que atuam na saúde e desejam inovar no atendimento aos pacientes. A estrutura é projetada com o objetivo de atender às necessidades das pessoas que usam o local, por isso, o espaço conta com recepção, secretária, banheiros e outros recursos que facilitam o trabalho no dia a dia.

Existem diversos benefícios em optar pelo coworking médico, como a escolha de uma boa localização, a redução de custos administrativos e a flexibilidade.

Quais são os formatos de aluguel?

É possível encontrar diferentes formatos de aluguel em consultórios compartilhados e é importante entender qual é a sua necessidade e quais objetivos pretende alcançar com essa modalidade.

Por exemplo, há locais em que o valor é cobrado de acordo com os horários do médico, isto é, ele pagará somente o período em que utilizará o espaço. Além disso, existem opções específicas que usam um contrato mensal como forma de acordo entre as partes.

O que analisar ao escolher um consultório compartilhado?

Para analisar qual consultório compartilhado é mais conveniente para as suas necessidades, é preciso considerar alguns pontos que fazem toda a diferença nos resultados que você observará ao utilizar o serviço. Confira quais são eles:

  • infraestrutura oferecida;
  • custos;
  • regulamentação do local;
  • localização.

Esses são alguns fatores que influenciam um bom atendimento ao paciente e, também, são importantes para não gerar prejuízos ao médico. Portanto, antes de escolher qual é o espaço ideal, procure conhecer mais sobre tais aspectos.

Os consultórios compartilhados são uma nova modalidade de atendimento aos pacientes, já que não demandam um local fixo para fazê-lo. Assim, os custos necessários para manter as despesas de um ambiente próprio podem ser direcionados a outras áreas de sua carreira. O coworking médico é indicado, principalmente, para aqueles que estão iniciando e não contam com um número alto de pacientes, não dispondo de recursos financeiros para custear um espaço.

Esperamos que essas informações sobre consultórios compartilhados tenham sido úteis para aumentar seu conhecimento sobre como funcionam os coworkings médicos.

Conheça nosso site para entender como a Habitat Consultórios pode ajudar você a encontrar o local ideal para atendimento aos pacientes!

Inscreva-se e saiba sempre que um novo conteúdo for lançado aqui no blog!

Compartilhe este conteúdo!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Shopping Basket
WhatsApp chat